[Valid Atom 1.0]

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Missing Russian chopper pilot found released in Sudan: official

MOSCOW, July 29 (Xinhua) -- The pilot of a Russian helicopter who went missing in Sudan on Monday has been freed, said Russian president's special representative for Sudan on Thursday.

"The helicopter captain (Yevgeny Mostovshchikov) who went missing in Sudan on July 26 and was captured has been released and is now at the UN mission's office," said Mikhail Margelov as quoted by the Interfax news agency.

Earlier in the day the Russian Foreign Ministry said the Mi-8 chopper, belonging to Russian airliner UTair, was en route from Al Fashir in North Darfur to Abeche in Chad on Monday afternoon with a group of Darfur insurgents, and stopped in Aborjo of South Darfur to pick up a second group of militants.

The militants were being taken to Doha in Qatar for talks with Sudanese government officials, said the ministry.

The aircraft on Tuesday has safely returned to its base in Nyala, the capital of South Darfur, carrying three out of four crew members, according to UTair.

The chopper is working in Sudan under contract with the United Nations to serve the joint UN-African Union mission in Darfur ( UNAMID), which took over the peacekeeping task in Darfur from the African Union Mission in Sudan (AMIS) on Dec. 31, 2008.



๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Casamento de Ana Paula Arósio







A discreta cerimônia aconteceu no sítio da atriz, no interior de São Paulo, para pouquíssimos convidados









Credito: IG gente



Ana Paula trocou alianças com o bioarquiteto Paulo Henrique





Noivos chegando a cavalo, cachorro entregando as alianças, família reunida, churrasco fogo de chão, cerveja local e a paisagem bucólica dos arredores de Santa Rita do Passa Quatro. iG Gente mostra com exclusividade imagens de dentro da festa e da cerimônia do casamento secreto de Ana Paula Arósio, que no último dia 16 oficializou sua união com o bioarquiteto Henrique Pinheiro.


A discreta cerimônia aconteceu no sítio da atriz, no interior de São Paulo, para pouquíssimos convidados. Na mesma ocasião, ela comemorava seu aniversário de 35 anos. Alguns convidados da família foram avisados sobre a ocasião com apenas um dia de antecedência - muitos pensavam que a reunião seria apenas para comemorar o aniversário de Ana Paula.




“Na cerimônia, ela estava lindíssima. Foi tudo bastante emocionante e afetivo. Pelo visto, foi também uma decisão rápida da parte dela, pois o convite chegou muito perto da data, me pegou de surpresa!”, diz Elisa Tolomelli, produtora do filme “Como Esquecer”, do qual Ana Paula é protagonista.




๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

IR: casais do mesmo sexo poderão declarar parceiro como dependente

Casais de mesmo sexo poderão declarar o companheiro – ou a companheira - como dependente na declaração do Imposto de Renda (IR) da pessoa física. Para tanto, basta cumprir os mesmos requisitos estabelecidos pela lei para casais com união estável. O parecer 1503/2010, da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional foi aprovado nesta quarta-feira (28) pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e deverá ser publicado esta semana no Diário Oficial da União.

O parecer é resultado de uma consulta feita por uma servidora pública que desejava incluir a companheira - isenta no Imposto de Renda - como sua dependente. Com isso, abre-se precedente para outros casais de mesmo sexo na mesma situação.

Com base no princípio da isonomia de tratamento, o parecer lembra que a legislação prevê a inclusão de companheiros heterossexuais de uniões estáveis como dependentes no Imposto de Renda e que o mesmo deve ser garantido aos parceiros homoafetivos.

“O direito tributário não se presta à regulamentação e organização das conveniências ou opções sexuais dos contribuintes”, diz o documento. “A afirmação da homossexualidade da união, preferência individual constitucionalmente garantida, não pode servir de empecilho à fruição de direitos assegurados à união heterossexual”, consta do parecer.

O Brasil não reconhece a união estável entre pessoas do mesmo sexo, mas a Justiça - e agora o Executivo - tem concedido a esses relacionamentos o mesmo tratamento legal dado aos casais heterossexuais.

Em junho, a Advocacia-Geral da União (AGU) reconheceu que a união homoafetiva estável dá direito ao recebimento de benefícios previdenciários para trabalhadores do setor privado. O argumento é o de que a Constituição não permite a discriminação com base na orientação sexual. Decisão no mesmo sentido veio da Justiça de Minas Gerais, que manteve a inclusão de um funcionário aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para fins previdenciários.

No Mato Grosso, a Corregedoria de Justiça chegou a publicar decisão que regulamenta a união entre pessoas do mesmo sexo. A medida estabelece que casais homossexuais poderão procurar os cartórios para pedir escritura pública declarando a união homoafetiva.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), em 2008, foi favorável à inclusão de um companheiro de mesmo sexo no plano de saúde do parceiro. E, em abril deste ano, manteve a adoção de uma criança por um casal homossexual.

๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Direito do Consumidor


Reclamações
Para efetuar uma reclamação referente a um problema de consumo, o cidadão pode comparecer a um dos postos de atendimento pessoal da Fundação Procon-SP, localizados dentro do Poupatempo Sé (Pça. Do Carmo, s/n), Poupatempo Santo Amaro (Rua Amador Bueno, 176/258) e Poupatempo Itaquera (Av. do Contorno, 60 - ao lado da Estação Itaquera do Metrô), levando a documentação pertinente ao caso.

A reclamação também pode ser feita por carta, que deve ser encaminhada, com um relato do problema ocorrido e cópia da documentação que possa comprová-lo, à Caixa Postal 3050, CEP 010661-970 e por fax no telefone (11) 3824-0717 begin_of_the_skype_highlighting (11) 3824-0717 end_of_the_skype_highlighting.

Dúvidas
Caso queira esclarecer dúvidas, o cidadão pode entrar em contato no telefone 151, ou acessar o site da Fundação (www.procon.sp.gov.br). Para consultar se uma determinada empresa tem reclamações no Procon-SP, o telefone é (11) 3824-0446 begin_of_the_skype_highlighting (11) 3824-0446 end_of_the_skype_highlighting.

Denúncias
O cidadão que tiver algum problema com peso ou medida de um produto (como o peso de alimentos pré-medidos, suspeita de fraude em bomba de combustível, metro de tecido, entre outros) pode fazer uma denúncia à ouvidoria do Ipem-SP pelo telefone 0800-0130522 (ligação gratuita) ou pelo e-mail: ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br

Cidadania

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania mantém 10 postos de atendimento à população carente em áreas periféricas da região metropolitana e nos municípios de Campinas, Guarulhos, Ferraz de Vasconcelos e Francisco Morato. Nos Centros de Integração da Cidadania (CIC) o cidadão tem acesso a serviços como emissão de documentos (RG, carteira de trabalho, 2ª via de certidões de nascimento, casamento e óbito), orientação jurídica, Posto de Atendimento ao Trabalhador, Procon-SP, mediação de conflitos, acesso à internet, biblioteca, delegacia de polícia, etc. Clique aqui para achar o posto do CIC mais próximo de você.

Emissão de RG
Para solicitar documento de identidade (primeira e segunda via para todas as idades) nos postos do CIC é necessário levar 2 (duas) fotos 3x4, Certidão de Nascimento ou de Casamento (original e 1 cópia), além do formulário preenchido.

Carteira de Trabalho
Para solicitar a Carteira de Trabalho nos postos do CIC é necessário levar uma foto 3x4, original do RG ou Certidão de Nascimento/Casamento.

Atestado de Antecedentes Criminais
Para solicitar o documento nos postos do CIC é necessário levar 1 cópia da carteira de identidade (RG) e o formulário preenchido.

Segunda via de certidões
Para solicitar a 2ª via de Certidão (nascimento, casamento e óbito) nos postos do CIC é necessário levar comprovante de parentesco e apresentar dados sobre o registro.

Além dos CICs, é possível solicitar a emissão de documentos nos postos do Poupatempo. Os serviços mais requisitados são: Atestado de Antecedentes Criminais, carteira de identidade (RG), Carteira de Trabalho e Previdência Social e Cadastro de Pessoa Física (CPF). O Poupatempo possui postos de atendimento fixo na Sé, Luz, Itaquera, Santo Amaro, São Bernardo do Campo, Guarulhos, Campinas, São José dos Campos, Ribeirão Preto e Bauru (Clique aqui e confira os endereços e horários de funcionamento)

Acesso à Justiça

Proteção a testemunhas
O cidadão coagido ou ameaçado por colaborar em inquéritos policiais ou processos criminais pode contar com a proteção do Programa Estadual de Proteção a Testemunhas (Provita). O período de proteção varia de seis meses a dois anos e pode ser prorrogado de acordo com a duração do processo e condenação dos culpados. O Provita atende no Pátio do Colégio, 148 - Centro, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas. Informações pelo telefone: 3291.2644

Vítima de violência
O cidadão que desejar contribuir com a promoção da justiça, ou que foi vítima de violência, mesmo sendo indiretamente afetado, como o caso de familiares de vítimas de homicídios, pode contar com o apoio do Cravi, que auxilia na superação dos danos causados pela violência e também na prevenção. O Cravi atende na Rua da Barra Funda, 1032 - Barra Funda - São Paulo, de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas, com agendamento prévio pelos telefones (11) 3666 7778 begin_of_the_skype_highlighting (11) 3666 7778 end_of_the_skype_highlighting, 3666 7960 e 3666 7334, ou pelo e-mail: cravi@justica.sp.gov.br.

Câmara de Mediação
O cidadão que tiver desentendimentos com vizinho, familiar, sócio, prestador de serviço ou até mesmo pensou em separação e divórcio devido às freqüentes brigas no casamento, poderá procurar a Câmara de Mediação para resolver seu conflito. Uma terceira pessoa, devidamente treinada para a função, colabora com as partes envolvidas, para que possam resolver o conflito de forma cooperativa. O serviço funciona nos postos dos CICs. Mais informações sobre mediação de conflitos na ouvidoria da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, que atende das 10h às 17h, de 2ª à 6ª feira. O contato pode ser feito pelos telefones (11) 3291.2621 - 3291.2617 ou por carta: Pátio do Colégio, 148 - Sala 15 -Centro - São Paulo/SP - CEP: 01016-040. Existe ainda o formulário eletrônico (clique aqui)

Tráfico de seres humanos
O Escritório de Tráfico de Seres Humanos (ETSH) localiza-se na Secretaria da Justiça e busca focar-se na questão do Tráfico internacional para fins de exploração sexual. O objetivo do escritório é garantir orientação e atendimento adequados às vítimas e seus familiares. O ETSH atende pelo telefone (11) 3291-2736 begin_of_the_skype_highlighting (11) 3291-2736 end_of_the_skype_highlighting.

B.O. Eletrônico
É um dos serviços que a Secretaria de Segurança Pública oferece ao cidadão que foi vítima de furto de veículo, furto ou perda de documentos, desaparecimento e encontro de pessoa, furto ou perda de placas e celulares. O B.O. Eletrônico pode ser feito pela internet na página: http://www.ssp.sp.gov.br/bo

DNA e perícias médicas

Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc) realiza gratuitamente exames de DNA (paternidade) e perícias médicas. No entanto, o órgão depende de demanda judicial. Mais informações, nos telefones - (11) 3821-1200 begin_of_the_skype_highlighting (11) 3821-1200 end_of_the_skype_highlighting ou 3821-1202, das 13h às 16h, de 2ª à 6ª feira, ou pessoalmente, nos mesmos dias e horários no endereço Rua Barra Funda, 824 - São Paulo- SP.


๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Assessoria de Defesa da Cidadania



COMO RECLAMAR:

Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania - Esfera administrativa

O cidadão discriminado pode comunicar o ocorrido à Comissão Processante Especial pessoalmente, por carta (clique aqui para fazer o download da ficha), fax, Internet e até mesmo por telefone. As informações são sigilosas O processo é sigiloso. Os nomes dos denunciantes ou vítimas não poderão ser divulgados, se os mesmos não consentirem. A partir da comunicação inicia-se a averiguação, ouvindo-se todos os envolvidos. Caso conclua-se pela autoria do fato, as sanções variam de advertência, multas altas e até cassação do alvará de funcionamento (no caso de estabelecimentos comerciais).

Polícia - Esfera penal

Ir a uma delegacia de polícia e comunicar o ocorrido. É importante saber explicar com detalhes ao delegado ou escrivão o fato ocorrido. Os delitos mais comuns em razão de intolerância são:
a) injúria,
b) difamação,
c) exercício arbitrário das próprias razões,
d) vias de fato,
e) constrangimento ilegal,
f) lesão corporal dolosa,
g) ameaça.

Caso o delegado de polícia ou escrivão se recuse a elaborar o boletim de ocorrência, é preciso que se denuncie o fato, comunicando a corregedoria da polícia civil.

Caso houver violência física, após elaborar o boletim de ocorrência (ou termo circunstanciados), ir a um posto do IML (Instituto Médico Legal) e solicitar o exame de corpo de delito. O exame é obrigatório em crimes que deixam vestígios.

Alguns crimes exigem que o ofendido volte à delegacia e faça uma representação criminal. Estará escrito no boletim de ocorrência que o ofendido foi informado quanto ao prazo de representação. A representação criminal é uma confirmação de que o ofendido deseja ver a pessoa que cometeu o crime processada. É altamente aconselhável que se faça a representação criminal em até seis meses da data do fato, do contrário, finda-se a possibilidade de se ver apurado o fato criminoso.

Ministério Público

O cidadão pode se dirigir diretamente ao Ministério Público do Estado e solicitar atendimento. Os promotores de Justiça atendem diariamente no Fórum Ministro Mário Guimarães, na Barra Funda e, podem requisitar diretamente aos delegados de polícia que iniciem um inquérito policial para apurar o fato. Geralmente, o promotor determina que o ofendido volte à delegacia de polícia para fazer o boletim de ocorrência, dali em diante sob sua supervisão e orientação.

Diretamente para o juiz

Da mesma forma como o Ministério Público, o juiz pode determinar a abertura do inquérito policial, se procurado pelo ofendido.

Pedido de danos morais e materiais - Esfera civil

Independentemente de já haver condenação criminal, pode o ofendido buscar assistência judiciária e ingressar em juízo pedindo indenização pelos danos experimentados pela ofensa. Aqueles que recebem até 03 (três) salários mínimos (hum mil e cinqüenta reais) poderão buscar a assistência judiciária gratuita na OAB, na PAJ, ou em escritórios jurídicos das Faculdades de Direito. O artigo 927 do Código Civil é claro, quando diz que aquele que, por ação voluntária violar o direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, fica obrigado a repará-lo.

Endereços úteis:
Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania
Páteo do Colégio, 148 - Centro - CEP 01016040
Fone: (11) 3291-2600 begin_of_the_skype_highlighting (11) 3291-2600 end_of_the_skype_highlighting
Horário de atendimento: das 14 às 17 horas

essa não exite mais :
Agora é outro serviço tb gratuito

(é uma pena , pois era excelente)
ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA - Município de São Paulo
Procuradoria de Assistência Judiciária (PAJ)
Av. Liberdade, 32 - térreo - CEP: 01502-000 - Liberdade - São Paulo
Fones: (11) 0800178989 ou (11) 31055799 begin_of_the_skype_highlighting (11) 31055799 end_of_the_skype_highlighting



Escritório Experimental da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP)
Rua Formosa, 51 - 2o andar - CEP: 01049-000
Fones: (11) 31206704 begin_of_the_skype_highlighting (11) 31206704 end_of_the_skype_highlighting ou (11) 31206708 begin_of_the_skype_highlighting (11) 31206708 end_of_the_skype_highlighting
Escritório Modelo - PUC-SP
Rua Maria Cândida, 1813 - CEP: 05015-000 - Perdize
Fone: (11) 36708560 begin_of_the_skype_highlighting (11) 36708560 end_of_the_skype_highlighting
Escritório de Assistência Judiciária (EAJ) - UNIP/OBJETIVO
Rua do Sumidouro, 190 - CEP: 05428-010 - Pinheiros
Fones: (11) 30397921 begin_of_the_skype_highlighting (11) 30397921 end_of_the_skype_highlighting ou (11) 30397944 begin_of_the_skype_highlighting (11) 30397944 end_of_the_skype_highlighting
Departamento Jurídico do Centro Acadêmico XI de agosto - USP
Praça João Mendes, 62 - 17o andar - CEP: 01501-001 - Centro
Fone: (11) 32414461 begin_of_the_skype_highlighting (11) 32414461 end_of_the_skype_highlighting
Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância
R: Brigadeiro Tobias, 527 3ºAndar, SP. - Tel: 3311-3418 / 3315-0151



๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Fabricante não quer consertar celular na garantia



DE SÃO PAULO

O leitor José Jaildo Diniz de Souza afirma que a Sony Ericsson não quer consertar celular que está na garantia. O aparelho, relata, começou a ter problemas para conectar-se com os fones de ouvido e cabo de alimentação, mas hoje nenhuma tecla funciona mais.

Segundo Souza, o celular foi levado até uma assistência técnica do fabricante no Tatuapé, zona leste de SP. Uma semana depois, diz, a oficina ligou afirmando que o problema foi ocasionado por oxidação da placa principal, causada por umidade excessiva --ou seja, que o aparelho foi molhado, o que ele nega.

"Retirei o aparelho e, ao ligá-lo, as luzes do teclado não acendem e o teclado não obedece. Liguei para a assistência e eles me disseram que a placa foi toda corrompida", conta.

RESPOSTA

A Sony Ericsson informa que entrou em contato com o consumidor e lhe orientou a encaminhar o aparelho para uma nova avaliação técnica.



๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Projeto prevê aluguel descontado em folha de pagamento

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 7.266/2010, que permite o pagamento do aluguel residencial por meio de desconto na folha de pagamento. Um dos objetivos, segundo o deputado Eliene Lima (PP-MT), autor da matéria, é facilitar a locação de imóveis sem fiador, requisito exigido por muitos proprietários e obtido com dificuldades pelos locatários.

O texto do projeto prevê a inclusão de dispositivos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para que o aluguel possa ser descontado do contracheque. O limite de comprometimento da renda com essa despesa seria de 25% da remuneração líquida (salário total menos contribuição previdenciária e Imposto de Renda (IR) descontado na fonte). Também seria proibida a cobrança de taxas para efetuar o desconto.

O projeto está na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público e ainda vai passar pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, antes de chegar ao plenário da Câmara.


๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Maria Adelaide Amaral fala sobre "Ti Ti Ti"

19/07/10 - 12h33
Publicado Por: Mariana Riscala


Autora revela detalhes sobre desafio de produzir remake da trama de Cassiano Gabus Mendes

Maria Adelaide Amaral fala sobre "Ti Ti Ti"

FÁBIO GUINALZ/ AGNEWS


Jornal de Serviço
José Armando Vannucci
Download - Podcast
A nova novela das 19h da Rede Globo, “Ti Ti Ti”, estreia nesta segunda-feira. A autora Maria Adelaide Amaral conversou com a Jovem Pan sobre o remake desta trama, que, segundo ela, deixou muita saudade.

“É totalmente reescrito
Publicidade
porque o mundo da moda mudou muito de 1985 para cá. Houve uma mudança e uma grande abrangência do tema da moda, com uma mistura de alguns takes de “Plumas e Paetê” também”, revelou.

Maria Adelaide Amaral contou que esta foi uma forma de homenagear o autor Cassiano Gabus Mendes, que a levou para a TV efetivamente em 1990 e lhe deu o “prazer de escrever televisão”. Para a autora, é um grande desafio ser responsável pelo remake desta novela de grande sucesso.

“Estamos trabalhando no sentido de que o grande público goste da novela, ame, queira assistir e ria com a novela. Que tenha vontade de voltar para casa para assistir à novela”, torce.

Maria Adelaide Amaral revelou que o fato de ter vivido a trama nos anos 80 facilitou a ideia de manter a essência da produção de Cassiano Gabus Mendes. Confira a entrevista de Maria Adelaide Amaral concedida a José Armando Vannucci e Oliveira Andrade.

๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

"Ti Ti Ti" entrará na lista das boas novelas

27/07/10 - 12h36
Publicado Por: Mariana Riscala


José Armando Vannucci

Televisão
Conheça os bastidores da televisão e os detalhes da guerra pela audiência com o jornalista José Armando Vannucci


José Armando Vannucci
Download - Podcast
Os telespectadores têm gostado bastante da novela “Ti Ti Ti”, de Maria Adelaide Amaral. O remake da trama de Cassiano Gabus Mendes está sendo bastante elogiado pela alta cúpula da Rede Globo.

Com certeza, a novela entrará na lista das boas novelas do horário das 19h, já que a audiência tem sido satisfatória.

Em "Passione", o elenco jovem tem segurado cenas fortes com Aracy Balabanian e Tony Ramos, que muitos veteranos não segurariam a onda.

๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Chávez ameaça mas mantém petróleo para os EUA

27/07/10 - 16h10
Publicado Por: Diogo Vargas


José Nêumanne

Direto ao assunto
Fique por dentro do que realmente acontece nos bastidores da política e economia, acompanhando "Direto ao Assunto", com o comentarista Jovem Pan, José Nêumanne Pinto.


José Nêumanne
Download - Podcast
O presidente venezuelano Hugo Chávez promoveu dois espetáculos ridículos nos últimos dias. O primeiro é a exumação do cadáver de Símon Bolívar para provar que o líder sulamericano foi envenenado; e o segundo é o rompimento das relações com a Colômbia por não ter o que responder às acusações de abrigar milicianos das Farc. Chávez ainda afirmou que cortará o fornecimento de petróleo para os Estados Unidos em caso de invasão. Contudo, é mais fácil o venezuelano descobrir e punir quem matou Símon Bolívar do que parar de vender petróleo aos americanos.


๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Copa não é evento público

21/07/10 - 16h01
Publicado Por: Diogo Vargas


José Nêumanne

Direto ao assunto
Fique por dentro do que realmente acontece nos bastidores da política e economia, acompanhando "Direto ao Assunto", com o comentarista Jovem Pan, José Nêumanne Pinto.


José Nêumanne
Download - Podcast
A reunião de Goldman, Kassab, e Ricardo Teixeira parece mostrar que eles estão seguindo a escola de Lula. Estão querendo tratar a Copa como evento público e, desse jeito, conseguir mais votos para seus aliados.


๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Morte de Rafael Mascarenhas desmoraliza o Estado

26/07/10 - 16h50
Publicado Por: Diogo Vargas


José Nêumanne

Direto ao assunto
Fique por dentro do que realmente acontece nos bastidores da política e economia, acompanhando "Direto ao Assunto", com o comentarista Jovem Pan, José Nêumanne Pinto.


José Nêumanne
Download - Podcast
É irrelevante a discussão em torno da disputa de racha dentro do túnel interditado, o que acontece é que Rafael Santos matou o músico Rafael Mascarenhas e precisa ser punido por isso. Não só Rafael Santos é culpado pela morte, assim como o Estado, que é cúmplice da morte, e o pai do motorista, que tentou salvar o filho pagando propina, mas nunca pensou em ensiná-lo.

23/07/10 - 15h43
Publicado Por: Diogo Vargas

Morte de Rafael Mascarenhas é absurdo policial

José Nêumanne

Direto ao assunto
Fique por dentro do que realmente acontece nos bastidores da política e economia, acompanhando "Direto ao Assunto", com o comentarista Jovem Pan, José Nêumanne Pinto.


José Nêumanne
Download - Podcast
A morte de Rafael Mascarenhas enquanto andava de skate por um túnel interditado no Rio de Janeiro é realmente um absurdo. Logo depois do jovem ser atropelado, a polícia parou o carro que atropelou Rafael e não percebeu o para-brisas, o farol e o para-choques do carro, que estavam todos quebrados, e liberou o motorista.

8/07/10 - 16h30
Publicado Por: Diogo Vargas

Familiares de atropelador erraram ao pagar propina

José Nêumanne

Direto ao assunto
Fique por dentro do que realmente acontece nos bastidores da política e economia, acompanhando "Direto ao Assunto", com o comentarista Jovem Pan, José Nêumanne Pinto.


José Nêumanne
Download - Podcast
O indiciamento de três parentes do atropelador do músico Rafael Mascarenhas pode parecer apenas uma vingança da polícia, que foi acusada de receber propina para liberar o motorista. Contudo, os familiares do motorista devem ser punidos, sim. Primeiro para dar exemplo que não é acobertando os erros que se educa um filho e, segundo porque o cidadão que paga propina também é criminoso.
๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Irán acosa al abogado de la condenada a lapidación


Detenidos su cónyuge y su cuñado

EL PAÍS - Madrid - 29/07/2010



Mohamad Mostafaeí, abogado de la iraní Sakineh Ashtianí, condenada a morir lapidada, lleva desde el sábado en paradero desconocido. Ese mismo día fue interrogado y, posteriormente, citado en la siniestra prisión de Evin, a la que no acudió. Según un comunicado de la organización Campaña Internacional por los Derechos Humanos en Irán, su esposa y su cuñado fueron detenidos el mismo sábado, algo que "cabe interpretar como una medida de presión para que se entregue".

    Irán

    Irán

    A FONDO

    Capital:
    Teherán.
    Gobierno:
    República Teocrática.
    Población:
    65,875,224 (est. 2008)

Mostafaeí, abogado especialista en derechos humanos, ha defendido a 13 personas condenadas a morir lapidadas en Irán, 10 de las cuales están en libertad. El caso de Sakineh Ashtianí, quien confesó haber cometido adulterio tras recibir 99 latigazos, cobró relevancia internacional a principios de julio, después de que Mostafaeí desvelara en su blog algunas de las irregularidades del proceso. Y de momento, aunque la sentencia se mantiene, no se ha ejecutado la pena.

Un portavoz de la campaña, Hadi Gaemi, sostiene que "trabajando para evitar la lapidación de su cliente, Mostafaeí no ha quebrantado ley alguna". La organización, además, exige la inmediata puesta en libertad de la esposa del abogado, Feresteh Halimi, y la de su cuñado, Farhad Halimi. Ninguno de los dos colabora con el trabajo en pro de los derechos humanos, según el comunicado. Gaemi, de hecho, los considera "esencialmente rehenes".

La presidenta del Comité Internacional contra la Ejecución y la Lapidación, Mina Ahadi, ha informado de que los dos familiares de Mostafaeí se encuentran en la prisión de Evin y no han tenido acceso a un abogado. También según Ahadi, autoridades iraníes se pusieron en contacto con el padre de ambos, el lunes, para decirle que sus hijos serían liberados a cambio de Mohamad Mostafaeí.


¡Actualización! Durante los últimos días y posiblemente debido a la presión internacional se han sucedido una serie de declaraciones por parte de miembros del gobierno iraní con informaciones contradictorias sobre la situación legal de Sakineh Mohammadi, y la posibilidad o no de que sea lapidada. Es necesario que las autoridades iraníes aclaren de manera oficial a sus hijos y abogados cual es la condición jurídica actual de Sakineh Mohammadi. Mientras tanto, no se puede descartar que Sakineh Mohammadi sea lapidada en cualquier momento.

Además, el hijo de Sakineh, Sajjad Qaderzadeh, fue citado en la Prisión Central de Tabriz, y se cree que ha sido interrogado por funcionarios del Ministerio de Información, que posiblemente le han amenazado para que no conceda más entrevistas sobre el caso de su madre.

Tu firma sigue siendo importante.

Sakineh Mohammadi Ashtiani, madre de dos hijos, está presa desde 2005. En mayo de 2006 fue condenada a recibir 99 latigazos por mantener una "relación ilícita" con dos hombres. Con posterioridad, fue declarada culpable de tener una "relación extramatrimonial" y condenada a morir por lapidación.

En el juicio, dos de los cinco jueces del tribunal la declararon inocente, señalando que ya había sufrido una condena de flagelación y que no había pruebas suficientes de adulterio contra ella. Sin embargo, los otros tres, incluido el presidente del tribunal, la declararon culpable basándose en el “conocimiento del juez”, un principio de la legislación iraní que permite a los jueces adoptar una decisión en relación con la culpabilidad del acusado, aun en ausencia de pruebas claras o concluyentes.

El Tribunal Supremo confirmó la condena de muerte el 27 de mayo de 2007. Su indulto pende de la decisión de la Comisión de Amnistía e Indulto, que ya se lo ha negado dos veces. El gobierno iraní hizo público un comunicado el 8 de julio en el que informaba de que Sakineh Mohammadi Ashtiani no sería lapidada; posteriormente, el 13 de julio el Ministro de Exteriores de Irán, Manucher Mottaki, desmintió estas afirmaciones atribuyéndolas a “propaganda occidental”. Ante esta situación, es necesario que las autoridades iraníes aclaren a sus hijos y abogados cual es la condición jurídica actual de Sakineh Mohammadi.Hasta que tanto ella como su abogado hayan recibido una notificación oficial, estas declaraciones contradictorias no permiten descartar que Sakineh Mohammadi pueda ser lapidada.

El 14 de julio, Sajjad Qaderzadeh, hijo de Sakineh Mohammadi Ashtiani, fue citado en la Prisión Central de Tabriz, y se cree que ha sido interrogado por funcionarios del Ministerio de Información, que posiblemente le han amenazado para que no conceda más entrevistas sobre el caso de su madre.

¡Actúa!

Rellena tus datos para que enviemos un mensaje en tu nombre ( leer ) al Líder de la República Islámica, Ayatollah Sayed Ali Khamenei (el mensaje enviado contendrá tu nombre, apellidos y correo electrónico).


Judiciary Should End Stoning as a Punishment and Halt All Executions
July 7, 2010

Death by stoning is always cruel and inhuman, and it is especially abhorrent in cases where judges rely on their own hunches instead of evidence to proclaim a defendant guilty. Iran should immediately put a stop to this execution – and all executions.

Nadya Khalife, Middle East women’s rights researcher

(London) – The Iranian judiciary should halt plans to execute a woman convicted of adultery, Human Rights Watch said today. Sakineh Mohammadi Ashtiani, a 43 year-old mother of two who was previously punished with flogging for having an “illicit relationship,” faces imminent death by stoning after a second court convicted her of adultery during marriage.

On May 15, 2006, a criminal court in East Azerbaijan province found Ashtiani guilty of having an “illicit relationship” with two men following the death of her husband. She was sentenced to flogging and was given 99 lashes. In September 2006, during the murder trial of a man accused of killing Ashtiani’s husband, another court reopened an adultery case based on events that allegedly took place before her husband died and eventually convicted her of “adultery while being married.” During the trial, Ashtiani retracted a confession she had made during a pretrial interrogation, alleging that she had been forced to make the confession under duress. She has continued to deny the adultery charge.

“Death by stoning is always cruel and inhuman, and it is especially abhorrent in cases where judges rely on their own hunches instead of evidence to proclaim a defendant guilty,” said Nadya Khalife, Middle East women’s rights researcher at Human Rights Watch. “Iran should immediately put a stop to this execution – and all executions.”

Under Iran’s penal code, adultery is a “crime against God” for both men and women. It is punishable by 100 lashes for unmarried men and women, but married offenders are sentenced to death by stoning. Cases of adultery must be proven either by a repeated confession by the defendant or by the testimony of witnesses – four men or three men and two women.

However, Iran’s penal code also allows judges in hodud (morality) crimes such as adultery to use their own “knowledge” to determine whether an accused is guilty in the absence of direct evidence.

Ashtiani’s lawyer, Mohammad Mostafaei, said in a recent posting on his blog, Modafe’, that two of the five judges found Ashtiani not guilty during the second trial. The three remaining judges found her guilty of adultery on the basis of their own “knowledge.” Ashtiani was convicted by a majority of votes.

The Supreme Court confirmed Ashtiani’s death sentence on May 27, 2007. She has exhausted the legal appeals process and the judiciary has denied her repeated requests for clemency.

Mostafaei issued a statement on his blog several days ago indicating that he fears his client could be executed at any moment. She is being held in Tabriz prison.

Human Rights Watch opposes capital punishment in all circumstances because of its cruel, inhumane, and irreversible nature. The International Covenant on Civil and Political Rights, to which Iran is a party, requires even those states that have not yet abolished the death penalty to restrict it to the “most serious crimes.” The United Nations General Assembly has called upon all states to introduce a moratorium on the use of the death penalty.

๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Trabajos forzados y seis horas de insultos



Los jugadores de Corea del Norte fueron humillados públicamente tras su eliminación del Mundial de Sudáfrica

MARTÍN ÁLVAREZ - Madrid - 29/07/2010


Seis horas en posición de firmes delante del Palacio de la Cultura Popular de Pyongyang (Corea del Norte) ha sido el castigo impuesto a los jugadores de la selección de fútbol tras su eliminación en el Mundial. Peor destino ha sufrido su entrenador, que ha sido castigado a trabajos forzados. Así lo recoge el diario italiano La Repubblica, según una información de Radio Free Asia.

    Corea del Norte

    Corea del Norte

    A FONDO

    Capital:
    Pyongyang.
    Gobierno:
    República comunista.
    Población:
    23,479,088 (est. 2008)
    Jong Tae Se

    Jong Tae Se

    A FONDO

    Nacimiento:
    02/03/1984
    Lugar:
    (Corea del Norte)

El delito: traicionar la confianza del Querido Líder - título propagandístico del jefe del estado coreano Kim Jong-il - tras una deshonrosa participación en Sudáfrica. Solo se han salvado del castigo Jong Tae-se, la estrella del equipo y que lloró en el primer encuentro mientras sonaba el himno nacional, y An Yong-hak, que viajó directamente a Japón. Los norcoreanos cayeron eliminados en la fase de grupos tras perder los tres partidos.

El primer enfrentamiento fue contra Brasil, que se saldó con 2-1 y en el que los asiáticos hicieron 90 minutos muy dignos ante una de las principales aspirantes al título. El segundo encuentro fue posiblemente el más humillante, cayeron por 7-0 ante Portugal. En el último partido, en el que los jugadores tenían la oportunidad de resarcirse de la debacle de la jornada anterior, perdieron por 3-0 ante Costa de Marfil.

A pesar de que desde el principio todas las quinielas daban por eliminado al combinado asiático, los dirigentes comunistas tenían la esperanza llegar a cuartos y repetir el resultado del único Mundial en el que habían participado, el de Inglaterra en 1966. En esa Copa del Mundo, los asiáticos eliminaron a Italia en la fase de grupos y perdieron contra la selección portuguesa liderada por Eusebio (5-3).



๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Rain dampens rescue efforts in Pakistani plane crash as nation mourns

Rescue workers search the wreckage of an Airblue passenger plane which crashed on the outskirts of Islamabad July 28, 2010. A Pakistani passenger plane crashed in heavy rain near Islamabad on Wednesday, killing all 152 people on board, officials said, in the worst aviation accident in Pakistan. (Xinhua/Reuters Photo)

By Syed Moazzam Hashmi

ISLAMABAD, July 29 (Xinhua)-- Nature joins the aggrieved Pakistani nation Thursday that mourns the death of 152 people killed in Wednesday's passenger plane crash in the capital city Islamabad, as desperate relatives were frustrated because search for a dozen more missing bodies was seriously compromised due to heavy monsoon rains.

There was not a single eye that did not burst into tears when three bodies including a newly-wed couple arrived in Karachi early Thursday morning. Five more bodies are also being sent by air to Karachi, an aviation sources told Xinhua.

Submerged deep into grief and sorrow many others awaiting relatives did not wink an eye the whole night still frustrated around airports and hospitals for news about their perished loved ones. The funeral prayers in absentia (an Islamic faith observance to pay homage to dead) has also been offered across the country.

Some relatives of the victims protested at the Pakistan Institute of Medical Sciences (PIMS), Islamabad, on Thursday morning for delay in handing over of bodies of their relatives. Most remained clueless even after traveling long distances to Islamabad about the remains of their relatives.

"We spent an uncomfortable night under the open raining sky after traveling to Islamabad," complained Mubashir, whose sobbing red eyes matched all others around at the PIMS hospital. "We have been asked to run around to morgue in one corner and for DNA test to the other," he added.


All onboard 152 people including six crew members were perished when the private airliners Airbus-321 medium sized jet crashed a minute after it lost communication with airport's control tower at 9:43 a.m. local time into the wooded Margalla hills surrounding the northeast of Islamabad on Wednesday amid heavy rains and dense fog.

The ill-fated flight also carried two Americans, a spokesman of the United States embassy in Islamabad confirmed with Xinhua.

Some 138 bodies were brought to PIMS after being airlifted by seven Pakistani military helicopters that supplemented the rescue efforts on Wednesday widely participated by an infantry battalion troops, firefighters, politicians and local residents.

After completing postmortem on 112 bodies, 94 were shifted to morgue, hospital sources said, adding that 55 bodies were handed over to their relatives after identification. However, rest of agonizing relatives would have to wait for a week until the DNA test results to identify the torn body parts of the victims.

The "Black Box" of flight ED-202 also could not be found, Pakistani information minister Qamar Zaman Kaira admitted before the media after conflicting statements about the recovery and subsequent decoding of the much need equipment to explore the cause of the crash. The minister also announced half a million rupees compensation for each victim of the crash.

Pakistani Defense Minister Ahmed Mukhtar, who took an aerial view of the site along with Prime Minister Syed Yusuf Raza Gilani and chief ministers of the four provinces on the day of incident, also joined the latest official chorus on the missing informative equipment.

Despite heavy rains, with masks wrapped over their noses, a 35- member team search and rescue team of capital city's municipal authority is still searching for the Black Box and remains of the remaining victims in a saddened atmosphere filled with smells of blood, decomposing and burned human body parts at the site of the plane crash in the foothills of Margalla hills.

"Black Box can help us in the investigation," Interior minister Rehman Malik said as a 6-member investigation committee has been formed to investigate the incident that is keeping the white and green crescent and star studded Pakistani flag at the half mast, as both Prime Minister Gilani and President Asif Ali Zardari announced Thursday as a day of mourning in the Islamic nation


๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Oil spill in Michigan stretches 56 kilometers along river

CHICAGO, July 29 (Xinhua) -- The length of an oil spill along the Kalamazoo River in southern Michigan has more than doubled from previous estimates, local official said Wednesday.

An oil sheen has been detected on the surface of the major river roughly 35 miles (56 kilometers) downstream from the site south of Marshall where an underground oil pipe apparently ruptured on Monday.

Gov. Jennifer Granholm said late Wednesday that the sheen has been seen from the air near the dam at Lake Morrow -- an area Enbridge Energy Co. Inc. had hoped to protect. The governor harshly criticized the company.

The spill, first reported Monday, coated scores of birds and fish in oil, forced the evacuation of two homes and led about two dozen people to seek relocation. The strong stench of petroleum continued to waft through Battle Creek on Wednesday, officials said.

Investigators said it will take weeks to determine what caused the spill. The 30-inch pipeline is part of a network owned by Enbridge Energy Partners, a Calgary-based company that moves petroleum from the oil sands region of Canada to refineries in the Midwest.

The Environmental Protection Agency (EPA) said it believes more than 1 million gallons (3.76 million liters) of oil may have leaked into the river -- 181,000 (680,560 liters) more than the company has estimated.



๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑๑۩۞۩๑


LAST

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters