[Valid Atom 1.0]

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Senado se vale de ata secreta para validar 36 atos secretos

18/09/2009 - 08h36


Publicidade

da Folha Online

Hoje na Folha Por meio de uma ata não publicada até ontem, o Senado validou 36 atos secretos da Mesa Diretora usados para criar cargos, diretorias e até para reajustar a verba indenizatória de R$ 12 mil para R$ 15 mil, informa reportagem de Adriano Ceolin, publicada nesta sexta-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Segundo a reportagem, o assunto foi abordado em duas reuniões do colegiado realizadas há um mês, mas a decisão não havia sido tornada pública até ontem. A informação consta em apenas três linhas da ata da reunião da Mesa realizada em 20 de agosto deste ano: "Item 05: Convalidação dos atos e decisões sobre matérias de competência da Comissão Diretora, inclusive os excepcionados ao ato do presidente do Senado Federal no 294/2009, o ato do presidente no 313, de 2009 e outras matérias similares. Convalidado".

Senado aprova projeto de lei que unifica documentos
Sarney diz que Senado retoma posição de "protagonista do processo legislativo"
Senado emprega servidores que acobertaram funcionário que recebia mesmo preso

A Folha informa que a ata é assinada por José Sarney (PMDB-AP) e, na ordem seguinte, por mais quatro integrantes da Mesa Diretora do Senado: a segunda-vice-presidente Serys Slhessarenko (PT-MT), o segundo-secretário João Vicente Claudino (PTB-PI), o suplente Gerson Camata (PMDB-ES), o terceiro-secretário Mão Santa (PMDB-PI) e o primeiro-secretário Heráclito Fortes (DEM-PI).

Em junho, uma comissão de sindicância identificou 663 atos administrativos que não foram publicados. Desse total, 36 são atos da Comissão Diretora, os mais importantes porque só entram em vigor se forem assinados pela maioria dos sete integrantes da Mesa Diretora -colegiado atualmente presidido por José Sarney e integrado por seis senadores.

Outro lado

Após falar com o primeiro-secretário, a reportagem procurou o diretor-geral. Ele não quis dar explicações sobre o atraso na publicação das atas.

"Por que eu tenho de te responder? Não sou obrigado a lhe responder", disse Haroldo Tajra, que chegou ao cargo por indicação de Heráclito.

Leia a reportagem completa na Folha desta sexta-feira, que já está nas bancas.







Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:

CLONE BLOG DO PLANALTO




Fale com o Ministério


disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde - Esplanada dos Ministérios - Bloco G - Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Crianças com sintomas de gripe suína não devem ser vacinadas, diz médica

18/09/2009 - 09h01


da Folha Online

A segunda fase da Campanha de Vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil) ocorrerá no próximo sábado (19), das 8h às 17h, em todo o país. Crianças menores de cinco anos com suspeita de gripe suína não deverão ser vacinadas no dia da campanha, segundo a médica Helena Sato, coordenadora do programa de imunização da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo.

No podcast, a médica recomenda que criança com febre superior a 38ºC precisa passar por uma avaliação médica, mas, assim que melhorar dos sintomas, poderá ser vacinada contra a poliomielite. "Crianças apenas com coriza nasal, tosse, fazendo inalação ou tomando antibiótico, poderão ser vacinadas sem nenhum problema. A vacina é contra indicada para crianças imunodeprimidas, que fazem tratamento com quimioterapia e radioterapia", diz.

A imunização ocorrerá nas UBSs (unidades básicas de saúde) e nos postos volantes em escolas, igrejas e shoppings. A relação com os endereços está disponível no portal da Prefeitura de São Paulo, ou pode ser consultada pelo fone 156 (central de atendimento).







Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:

CLONE BLOG DO PLANALTO




Fale com o Ministério


disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde - Esplanada dos Ministérios - Bloco G - Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Gripe A aguda já soma 234 pacientes no Pará

Sexta-feira, 18/09/2009, 07:40h


Um novo boletim divulgado ontem pela Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa) mostra que desde o dia 3 de agosto, até hoje, 234 pacientes apresentaram casos graves da gripe A (H1N1). A secretaria adotou a medida do protocolo do Ministério da Saúde e passou a contabilizar apenas os casos de Doença Respiratória Aguda Grave (DRAG).

Ainda de acordo com a secretaria, o vírus H1N1 que circula no Estado, desde junho deste ano, apresentou na maioria dos casos uma evolução leve, com boa resolução dos casos, sem a prescrição de antiviral.

Quanto às recomendações, a Sespa orienta que todas as pessoas que apresentarem casos leves ou moderados, suspeitos ou confirmados, devem permanecer em isolamento domiciliar, utilizando máscara por um período de sete dias a partir do aparecimento dos primeiros sintomas.

Os pacientes menores de 12 anos devem permanecer isolados por 14 dias, já que as crianças também fazem parte do grupo de risco. Os casos confirmados, após sete dias podem retornar ao convívio social, trabalho, escola sem risco de transmissibilidade da doença.

BARROS BARRETO

O Hospital Barros Barreto informou que até o início da noite de ontem, haviam cinco pacientes internados com suspeita de gripe A, sendo uma criança de um ano, um adolescente de 18 anos, dois adultos de 33 e 40 anos e uma idosa de 87 anos de idade. Todos apresentando quadro clínico estável e aguardando resultado de exame. De abril até agora, o Barros Barreto fez atendimento ambulatorial de 128 pacientes com suspeita de gripe A, dos quais 9 (7%) tiveram resultado positivo para o vírus H1N1.

No mesmo período, 97 pacientes foram internados no hospital com suspeita da doença, dos quais 19 (19,6,%) tiveram resultado positivo para o vírus. No total, 28 pacientes ainda aguardam resultado de exame. (Diário do Pará)








Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:

CLONE BLOG DO PLANALTO




Fale com o Ministério


disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde - Esplanada dos Ministérios - Bloco G - Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Segundo SESA, pelo menos 10.188 pessoas já foram infectadas

Gripe A H1N1
Gripe A: Paraná registra 236 mortes no Estado

Publicado em: 18/09/2009 08:08 AENotícias
Foto: Arquivo TN
Gripe A: Paraná registra 236 mortes no Estado
A Secretaria da Saúde divulgou nesta quinta-feira (17) o boletim epidemiológico nº 60. O Paraná tem 10.188 casos confirmados da nova gripe, sendo que 236 tiveram complicações e foram a óbito. Outros 3.044 casos foram negativos.

As mortes ocorreram entre os dias 14 de julho e 14 de setembro e estão distribuídas por sexo e faixa etária: 57% eram mulheres e 43%, homens. Quanto à faixa etária, 61,9,% das mortes ocorreram em pessoas que tinham entre 20 e 49 anos, 20,3% entre 50 e 59 anos e 8,9% entre 5 e 19 anos.

As regiões com maior número de casos confirmados são Curitiba e região (3.944), Cascavel (1.098), Cornélio Procópio (779), Francisco Beltrão (755) e Pato Branco (483). Já as regiões com maior número de óbitos são Curitiba e região (78), Cascavel (20), Foz do Iguaçu (18), Maringá (17) e Toledo (12).








Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:

CLONE BLOG DO PLANALTO




Fale com o Ministério


disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde - Esplanada dos Ministérios - Bloco G - Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Uberaba confirma mais um caso de gripe suína

18/09/2009 às 08:17

Mais um resultado positivo de gripe suína foi divulgado. A Secretaria Municipal de Saúde relatou, através de comprovação por exame laboratorial, mais dois casos de óbito devido à influenza no município. No entanto, conforme divulgou o Ministério da Saúde, os casos graves da nova gripe caíram pela quinta semana consecutiva. Em Uberaba, a situação é a mesma.
Conforme nota técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), o óbito trata-se de uma mulher de 51 anos de idade. A paciente foi internada no dia 17 de agosto e esteve em hospital particular até o dia 20 do mesmo mês. Segundo o secretário de Saúde, Valdemar Hial, o seu estado era razoavelmente bom, no entanto, ela teve insuficiência respiratória aguda.
A outra confirmação, o quarto caso de óbito no município, por coincidência trata-se também de uma mulher, esta com 77 anos. No seu estado clínico a paciente apresentou insuficiência cardíaca grave, mesmo não sendo uma das características da gripe suína; a paciente também teve problemas respiratórios. "Esta mulher teve gripe suína, no entanto, o seu caso agravante foi no coração, pois ela antes de contrair a doença era cardiopata. Em relação ao pulmão ela evoluiu bem, mas veio a falecer com problemas renais e de coração", explica Hial.
Além destes óbitos, foi confirmado ontem (17) mais um caso de gripe suína em Uberaba. Trata-se de um homem, de 38 anos. O paciente esteve internado em hospital particular, deu entrada no dia 26/08 e, depois de um tempo de monitoramento, recebeu alta. Hoje a sua situação é de cura, quando foi internado teve insuficiência respiratória, febre, tosse, dispneia, entre outros sintomas da gripe.
Segundo os últimos levantamentos realizados pela Secretaria de Saúde, chegaram à cidade 15 exames, sendo sete positivos, quatro óbitos e oito negativos. Em relação à criança de um mês de idade que teve resultado positivo para a influenza, ainda continua internada no Hospital das Clínicas. Porém, a sua situação é estável e já não se encontra na Unidade de Tratamento Intensivo.
Atualmente a situação de Uberaba em relação ao início da pandemia tem melhorado, os casos de óbitos que foram confirmados são relativos a meses anteriores. Em setembro ainda se teve notificação de algum óbito suspeito. O Município chegou a contabilizar 91 casos monitorados que, com insuficiência respiratória, este número caiu para 78 monitoramentos e vem sofrendo um decréscimo no decorrer dos últimos dias.
Segundo a diretora de epidemiologia da Secretaria da Saúde, Eliane de Lacerda, a informação que os infectologistas têm relatado nos últimos tempos é que os casos suspeitos têm diminuído e é esta a probabilidade para os próximos meses. Na área reservada a pacientes com suspeita da influenza, na Unidade Básica de Saúde/São Benedito, o número de internações caiu, hoje somente cinco pessoas estão internadas, sendo que já chegou a alcançar 15 internações, o número total de leitos.

Brasil - O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira que o Brasil já registrou 899 mortes por gripe suína, desde o início da pandemia. A boa notícia, segundo o Ministério, é que está confirmando tendência de redução. Na semana de 6 a 12 de setembro, foram registrados 35 casos graves, contra 490 na semana anterior e 837 na semana antecedente. Entre 25 de abril e 12 de setembro, foram registrados 9.249 casos de gripe suína no país. Com a redução dos casos, o boletim passará a ser divulgado mensalmente, segundo o Ministério da Saúde.

Casos em Minas - Minas Gerais tem, até o momento, 2.217 casos suspeitos e 364 casos confirmados de Influenza A. Há 383 descartados. Do total de 65 óbitos contabilizados em Minas, 61 tiveram ocorrência no Estado. As quatro mortes registradas em Pernambuco e São Paulo, de acordo com critério estabelecido pelo Ministério da Saúde, entram nos números do Estado de Minas Gerais. Considera-se não o local do óbito, mas sim o estado de residência.
Geórgia Santos







Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:

CLONE BLOG DO PLANALTO




Fale com o Ministério


disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde - Esplanada dos Ministérios - Bloco G - Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters

Gripe suína matou ao menos 3.486 pessoas no mundo (OMS) 18/09 - 08:48 - AFP

A gripe H1N1 matou pelo menos 3.486 pessoas no mundo desde o surgimento do novo vírus, em março-abril passado, anunciou nesta sexta-feira uma porta-voz da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Isto representa um aumento de 281 mortes em relação ao saldo anterior, publicado há uma semana pela OMS.

No total, a OMS recebeu comunicado de 296.471 casos confirmados por testes (277.607 semana passada), mas este dado é muito inferior ao real, pois os países mais atingidos não fazem análises sistemáticas.

A organização dará nesta sexta-feira à tarde dados detalhados a respeito, destacou aos jornalistas a porta-voz, Fadela Chaib.






Todo o conteúdo desse blog é originalmente do Blog do Planalto e está licenciado sob a CC-by-sa-2.5:

CLONE BLOG DO PLANALTO




Fale com o Ministério


disque saúde 0800 61 1997
Ministério da Saúde - Esplanada dos Ministérios - Bloco G - Brasilia / DF
CEP: 70058-900

Sphere: Related Content
26/10/2008 free counters